Contato
Entrar
Boa Tarde - Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017
Notícias  |  Esporte

Fernando Prass bate pênalti decisivo e dá título da Copa do Brasil para o Palmeiras

Com dois de Dudu, Verdão faz valer o mando de campo e vence por 2 a 1 no tempo normal

Fonte: Lucas Ventura, da Redação | esportes@band.com.br
Data: 03/12/2015 ás 07:05:00
Band Esportes

Palmeiras e Santos repetiram a final do Paulistão e decidiram a Copa do Brasil nos pênaltis na noite desta quarta-feira (2), no Allianz Parque, depois de vitória alviverde por 2 a 1 no tempo normal. Diferente do Estadual, dessa vez o Verdão levou a taça, a primeira no novo estádio, e ainda ficou com a vaga na Libertadores do ano que vem. Com dois gols no segundo tempo, Dudu saiu de campo como um dos heróis do título palmeirense.

O jogo mal havia começado e o Palmeiras já teve a chance de abrir o placar. No primeiro minuto, Gabriel jesus recebeu de Lucas Barrios e invadiu a área sozinho, mas finalizou mal e viu Vanderlei jogar a bola para escanteio com os pés. O Santos deu o troco pouco depois, aos sete minutos, em jogada de Marquinhos Gabriel. O meia finalizou cruzado, Ferando Prass defendeu e, no rebote, Victor Ferraz carimbou a trave esquerda do goleiro alviverde.

Depois de uma chance clara para cada lado, o Verdão tomou conta das ações e teve mais volume no ataque, criando boas oportunidades com Dudu e, principalmente Lucas Barrios. O paraguaio, melhor jogador da primeira etapa, quase deixou o dele aos 27 minutos em cabeçada que encobriu Vanderlei. O goleiro santista, no entanto, se recuperou e mandou a bola para escanteio, garantindo o 0 a 0 antes do intervalo.

Antes de o árbitro Heber Roberto Lopes encerrar a primeira etapa, os dois times foram forçados a fazer alteração. No Peixe, David Braz se machucou aos 28 minutos e deu lugar a Werley. No Palmeiras, Gabriel Jesus voltou a sentir o ombro aos 40 e saiu para a entrada de Rafael Marques.

Quando a bola voltou a rolar, o clima ficou mais tenso, com faltas duros e cartões amarelos para os dois lados. O jogo mudou aos 11 minutos, quando Lucas Barrios fez o pivô, Robinho invadiu a área e só rolou para Dudu marcar sem goleiro. O Santos sentiu o gol e ficou mais apático. Aos 19 minutos, o técnico Dorival Junior colocou Geuvânio no lugar de Gabriel, que já tinha cartão amarelo e estava visivelmente irritado. Do lado alviverde, Marcelo Oliveira também mexeu no time. Entraram Cristaldo e Lucas Taylor nas vagas de Barrios e João Pedro.

Mais ligado no jogo, o Palmeiras aumetou o placar aos 39 minutos, mais uma vez com Dudu. No lance, Robinho cobrou falta para área, Rafael Marques escorou para o meio e o atacante empurrou para a rede, fazendo a torcida explodir no Allianz Parque. A festa, porém, durou apenas dois minutos. Aos 41 Ricardo Oliveira aproveitou desvio após cobrança de escanteio, marcou para o Santos e levou a partida para os pênaltis.

Penâltis
Já na primeira cobrança, Marquinhos Gabriel escorregou e isolou para o Santos. Na sequência, depois de Zé Roberto marcar, Fernando Prass defendeu o chute do zagueiro Gustavo Henrique e Vanderlei pegou a cobrança de Rafael Marques. Geuvânio, Jackson, Lucas Lima, Cristaldo e Ricardo Oliveira converteram. A última cobrança ficou para o goleiro Fernando Prass, que não desperdiçou e garantiu o título ao Palmeiras.

  • A-
  • A
  • A+
Nenhum comentário foi encontrado, sejá o primeiro a comentar esta notícia.
PUBLICIDADE

Carregando...

Seu MAC: CCBot/2.0 (http://commoncrawl.org/faq/)
Copyright © 2017
Todos os direitos reservados.
Desenvolvido e Hospedado por: