Contato
Entrar
Bom Dia - Sexta-feira, 24 de Novembro de 2017
Notícias  |  Educação

Novo Ensino Médio atenderá os jovens do século XXI, diz representante dos secretários de educação

Novo Ensino Médio, lançado nesta quinta-feira (22) pelo presidente Michel Temer, cria as bases para escolas de tempo integral com grade curricular fle

Fonte: Site Planalto.gov.br
Data: 23/09/2016 ás 08:53:41
REprodução - Folha Uol

Ao apresentar a arquitetura do Novo Ensino Médio, o governo federal lança as bases para atender os estudantes do século XXI, afirmou o presidente do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), Eduardo Deschamps. O ato assinado nesta quinta-feira (22) pelo presidente da República, Michel Temer, tem como principais medidas estabelecer o ensino médio em tempo integral, flexibilizar a grade curricular de acordo com o perfil do aluno e ofertar a formação profissional.

“A principal vantagem desse novo modelo apresentado hoje diz respeito às questões de flexibilização do ensino médio. Você poderá fazer com que o estudante jovem, de 15 a 17 anos, seja o principal protagonista da escolha das trilhas que vai seguir no ensino médio”, afirmou Deschamps. “A gente entende que o modelo de ensino médio brasileiro, que é um modelo único para todas as escolas, esgotou, já não dá mais conta das necessidades do século XXI, daquilo que os jovens querem”, completou.

As mudanças no ensino médio brasileiro vêm sendo discutidas desde 2012 pelos secretários estaduais de educação e pelo Consed. Como resultado dessa discussão, formou-se um consenso de que é preciso modernizar o currículo escolar para torná-lo mais atrativo aos estudantes, o que promoverá uma melhoria no desempenho destes, avalia o secretário estadual de Educação de Pernambuco, Fred Amâncio.

“As secretarias estaduais de educação, por meio do Consed, entenderam que era importante apresentar uma proposta para esta política do ensino médio. Essa proposta é que foi considerada pelo Ministério da Educação como base para essa discussão. Portanto, existe um alinhamento total entre a proposta, que consta da medida provisória apresentada hoje pelo governo federal e as secretarias estaduais de Educação”, afirmou o secretário.

Ele ressalta que Pernambuco é um exemplo da eficácia das medidas apresentadas no novo modelo. A adoção do ensino integral, a flexibilização curricular e a formação profissional, avalia ele, foi um dos fatores fundamentais para que o Estado saísse do 21º lugar no ranking de qualidade do ensino médio no Brasil em 2007 para ocupar o primeiro lugar atualmente.

  • A-
  • A
  • A+
Nenhum comentário foi encontrado, sejá o primeiro a comentar esta notícia.
PUBLICIDADE

Carregando...

Seu MAC: CCBot/2.0 (http://commoncrawl.org/faq/)
Copyright © 2017
Todos os direitos reservados.
Desenvolvido e Hospedado por: