Contato
Entrar
Boa Tarde - Sexta-feira, 21 de Julho de 2017
Notícias  |  Estaduais

Promotor público toma banho de cerveja, quebra porta de emissora de TV e troca socos com PM em Guarantã do Norte

Fábio Camilo da Silva foi encaminhado a delegacia, mas foi solto por ter foro privilegiado

Fonte: VINÍCIUS LEMOS - Folha Max
Data: 03/07/2017 ás 05:44:57
Reprodução PM

O promotor de Justiça Fábio Camilo da Silva, que se envolveu em uma confusão com a Polícia Militar na tarde de sábado (1º), chegou a tomar “banho” de cerveja e ameaçou prender um policial durante a discussão. Os fatos são mostrados em vídeos que foram gravados durante o impasse entre o membro do Ministério Público Estadual (MPE), lotado em Guarantã do Norte, e membros da PM (veja as imagens abaixo).

A confusão entre o promotor e os militares aconteceu em uma rodovia próxima a Peixoto de Azevedo. Conforme relato de policiais que atenderam a ocorrência, Silva foi flagrado dirigindo supostamente embriagado e foi abordado pela PM. Imagens feitas durante a abordagem mostram o membro do MPE desacatando os militares.

Posteriormente, o promotor foi encaminhado para a Delegacia, acompanhado de outro membro do MPE, que foi chamado para acompanhar a ocorrência. O delegado plantonista registrou boletim de ocorrência sobre o caso, no qual apontou que Silva cometeu crime de desacato e embriaguez ao volante.

O promotor, porém, não permaneceu preso, pois possui prerrogativa de foro, em razão do cargo. Caso ele ficasse detido, os militares poderiam ser presos por abuso de autoridade. A legislação determina que autoridades com foro podem ser presas somente em crimes inafiançáveis, como tráfico de drogas, racismo, tortura, crimes hediondos e terrorismo.

Em um dos vídeos, feito por um PM, o promotor tira a camisa para brigar com um dos policiais. Ele desafia o militar a algemá-lo e atirar nele. "Pode algemar. Aproveita que estou de costas e atira", falou.

Em seguida, ele avisou a um conhecido que o acompanha, identificado como Daniel. "Se ele atirar em mim, aí você tem que matar ele, tá? E aí, vai todo mundo preso por homicídio.”. O colega do promotor informou que iria indo embora e o membro do MPE suplicou. “Ô, Daniel, vai, não. Fica aqui. Se ele me matar, você é testemunha”, pediu.

Em outro momento, o promotor fez questão de mostrar que era autoridade e ironizou a patente dos militares, que haviam anunciado que chamariam o coronel responsável pelo batalhão. "Segundo o código penal militar, o promotor equivale ao coronel, tá certo?!", disparou.

Outro vídeo mostra Fábio Camilo da Silva ameaçando prender um dos militares que conduziu a ocorrência, pois afirmou que estava sendo desrespeitado. "Eu não queria te prender, cara".

Em outras imagens registradas durante a ocorrência, Fábio Camilo da Silva fez o sinal da cruz com uma caneca com líquido que aparenta ser cerveja e disse. “Até para curar é mais rápido, daqui a cinco minutinhos não tenho mais nenhum hematoma. Daqui a cinco minutos nem machucado eu estou, porque saro rápido", narrou.

Em seguida, ele questionou se os militares duvidavam sobre os supostos benefícios trazidos pelo “banho” com o líquido que aparentava ser cerveja. Diante da ausência de resposta dos PMs, ele virou o copo contra a própria cabeça.

MPE APURA POSTURA DE PROMOTOR

Por meio de comunicado, na manhã deste domingo (2), o Ministério Público Estadual informou que irá investigar a conduta do promotor de Justiça Fábio Camilo da Silva. O MPE repudiou a postura do membro e garantiu que aplicará medidas disciplinares contra o profissional.

“O Ministério Público do Estado de Mato Grosso lamenta profundamente a situação ocorrida em Guarantã do Norte e assegura que todas as providências estão sendo tomadas para apuração da conduta do promotor de Justiça substituto e adoção das medidas disciplinares cabíveis”.

O órgão ainda justificou que o caso é isolado e não é coerente à postura de outros membros do MPE. “Destaca, ainda, que trata-se de um fato isolado que não representa a postura adotada diariamente pelos 264 membros da Instituição”, asseverou.

Fábio Camilo da Silva é "novato" no Ministério Público Estadual. Ele tomou posse em 7 de abril deste ano, junto com outros 18 promotores.

  • A-
  • A
  • A+
Nenhum comentário foi encontrado, sejá o primeiro a comentar esta notícia.
PUBLICIDADE

Carregando...

Seu MAC: CCBot/2.0 (http://commoncrawl.org/faq/)
Copyright © 2017
Todos os direitos reservados.
Desenvolvido e Hospedado por: