Contato
Entrar
Boa Tarde - Sábado, 19 de Agosto de 2017
Notícias  |  Estaduais

PMs de MT ficarão presos em celas de 7 metros quadrados em MS

Presos não terão contato físico com visitantes ou advogados; cela tem vaso de concreto

Fonte: DIEGO FREDERICI - Folha Max
Data: 02/08/2017 ás 06:58:58
Reprodução Folha Max

A prisão federal que pode ser o destino de três oficiais da Polícia Militar de Mato Grosso – o ex-secretário da Casa Militar, coronel Evandro Ferraz Lesco, o ex-secretário adjunto do órgão, coronel Ronelson Barros, e o ex-comandante da PM no Estado, coronel Zaqueu Barbosa -, além do cabo da PM, Gerson Corrêa Junior, oferece uma vida dura para seus “hóspedes”. Todos os policiais são investigados no caso dos grampos ilegais no Estado.

 

No presídio federal de Campo Grande, em Mato Grosso do Su, os presos são mantidos permanentemente enclausurados e tomam banho de sol dentro das próprias celas. As informações são do MT TV Segunda Edição desta terça-feira (1). 

 

Segundo a reportagem, o presídio possui 12,6 mil metros quadrados de área construída, tem capacidade para 208 presos e conta com 200 câmeras de vigilância – algumas em “locais secretos” – que monitoram os detentos durante 24 horas. Visitantes e advogados não possuem contato físico com os presos, conversando apenas por um tipo de interfone.

 

A matéria relata ainda que as celas possuem cerca de 7 metros quadrados e contam com cama, mesa, banco, prateleiras, além de um vaso sanitário – todos feitos de “concreto”. A unidade possui espaços maiores, destinados a “presos em regime diferenciado”, e que não saem do cárcere nem para o banho de sol, que é feito dentro da própria cela.

 

Com exceção do cabo Gerson, preso no Centro de Custódia da Capital, todos os outros membros da PM encontram-se em alojamentos de unidades da Polícia Militar em Cuiabá e Várzea Grande, na região metropolitana. O desembargador Orlando Perri, relator da ação que julga as interceptações telefônicas denunciadas pelo Fantástico (Rede Globo), aponta que a PM não possui estrutura para abrigar os investigados.

 

AMEAÇA A ZAQUE

Ele destacou as “regalias” oferecidas aos militares dentro dos batalhões e citou a ameaça feita ao promotor Mauro Zaque, que denunciou o esquema. Mesmo preso, Gérson Correa Junior mantinha acesso a internet. “O próprio cabo Gerson disse que iria ‘arregaçar de qualquer jeito’ com o promotor de justiça Mauro Zaque. Se o cabo Gerson iria ‘arregaçar’ uma autoridade pública, o que pensará o cidadão comum? Qual foi o recado dado aqueles que de alguma forma possuem informações importantes sobre o esclarecimentos dos fatos?”, questiona Orlando Perri.

 

O pedido de transferência deverá ser analisado pela Justiça Federal, que poderá, ou não, autorizar a ida dos acusados ao presídio federal de Campo Grande.

 

Na última sexta-feira, o desembargador Orlando Perri encaminhou um ofício à Justiça Federal pedindo vagas em penitenciárias federais para “acomodar” os envolvidos nos esquemas de interceptações telefônicas ilegais realizados pela Polícia Militar. De imediato, Perri solicita a transferência de quatro PM’s – três coronéis e um cabo –, ao presídio federal de Campo Grande (MS).

 

Orlando Perri identificou que os membros da PM, “presos” em alojamentos de unidades da PM em Cuiabá e Várzea Grande, possuíam regalias como visitas acima do número permitido, banho de sol em horários livres, TV com tela plana nos alojamentos, além de micro-ondas, geladeira e ar-condicionado. Um dos policiais chegou a deixar o batalhão onde estava detido para ir a uma boate na capital.

 

No pedido de transferência dos militares, Perri comparou as condições encontradas nos alojamentos a uma “colônia de férias”. “Chego a afirmar, sem a pretensão de gracejar, que os policiais presos estão desfrutando verdadeira colônia de férias, como se estivesse em resort, com televisão, frigobar, geladeira, ar condicionado, forno micro-ondas etc., e não sentindo os ares de uma prisão, propriamente dita”.

  • A-
  • A
  • A+
Nenhum comentário foi encontrado, sejá o primeiro a comentar esta notícia.
PUBLICIDADE

Carregando...

Seu MAC: CCBot/2.0 (http://commoncrawl.org/faq/)
Copyright © 2017
Todos os direitos reservados.
Desenvolvido e Hospedado por: