Contato
Entrar
Bom Dia - Terça-feira, 17 de Outubro de 2017
Notícias  |  Estaduais

Manifestantes liberam rodovias federais em Mato Grosso e bloqueios devem ser retomados nesta 4ª

Fonte: Só Notícias/Débora Lobo e Cleber Romero
Data: 02/08/2017 ás 07:25:43
Reprodução Só Notícias

Os manifestantes liberaram nesta noite, às 19h, as rodovias federais que estavam sendo bloqueadas em Mato Grosso desde o início da manhã. Os bloqueios estão sendo realizados pelos transportadores e fazem parte de uma mobilização nacional contra o aumento dos combustíveis. De acordo com os organizadores as interdições devem ser retomadas nesta quarta-feira, a partir das 6h.

 

Em Sinop os manifestantes fecharam a BR-163 na altura do trevo que dá acesso a MT-220 (rodovia que liga Sinop a Juara). Apenas carretas e caminhões com cargas são parados e os motoristas orientados a retornar para Sinop ou estacionar às margens da via. Durante protesto estavam sendo liberados liberada os veículos com cargas vivas, perecíveis, ambulâncias, ônibus e carros, seguindo orientação da mobilização nacional do manifesto.

 

Já em Sorriso a rodovia estadual foi bloqueada na faixa sentido sul. De acordo com informações da assessoria de imprensa da Rota do Oeste, os manifestantes fizeram a liberação da faixa a cada duas horas. Por volta das 10h, eles liberaram o tráfego, depois voltaram a interditá-lo por volta das 12h e liberar às 19h.

 

Os outros pontos de interdições ocorreram na BR-158, em Vila Rica (1.274 quilômetros de Cuiabá) e na BR-070, em Barra do Garças.

 

O manifesto foi realizado pelos transportadores que são contrários ao decreto do governo federal que autorizou o aumento de impostos sobre os combustíveis e encareceu, em média, em R$ 0,46 o litro de diesel, R$ 0,41 o litro da gasolina, R$ 0,20 o etanol, na última quinta-feira (20). Também cobram aprovação do projeto de lei 528/2015, que estabelece preço mínimo para o transporte de cargas e fretes e fim do corte de verbas destinas para a Polícia Rodoviária Federal.

 

A definição prévia dos pontos de interdições ocorreu entre lideranças estaduais e nacionais. A informação foi confirmada pelo Movimento dos Transportadores de Grãos (MTG), ao Só Notícias. Com o reajuste, o frete deve ficar 4% mais caro em Mato Grosso.

  • A-
  • A
  • A+
Nenhum comentário foi encontrado, sejá o primeiro a comentar esta notícia.
PUBLICIDADE

Carregando...

Seu MAC: CCBot/2.0 (http://commoncrawl.org/faq/)
Copyright © 2017
Todos os direitos reservados.
Desenvolvido e Hospedado por: