NOTÍCIA | IMPORTÂNCIA DA VACINAÇÃO

Carlos Cesar Floriano: vacinação em dia contra febre aftosa

O CEO do Grupo VMX, Carlos Cesar Floriano, avalia o resultado como extremamente positivo para o país.

Por: Assessoria de imprensa do Grupo VMX Agro
Publicado em 14 de Fevereiro de 2020 , 03h31 - Atualizado 14 de Fevereiro de 2020 as 03h34


Reprodução - VMX Agro
De acordo com o Ministério da Agricultura, a maioria dos pecuaristas do país fez, mais uma vez, o dever de casa em relação à prevenção da febre aftosa no rebanho. No segundo semestre de 2019, 98,35% do rebanho bovino e bubalino com até 24 meses de idade foram imunizados, o equivalente a 84,13 milhões de animais.
 
O CEO do Grupo VMX, Carlos Cesar Floriano, avalia o resultado como extremamente positivo para o país. “A carne brasileira tem extrema qualidade no exterior e informações como essa ajudam a promover nossa marca”, avalia.
 
Os dados finais dessa etapa (segundo semestre de 2019) podem ter alterações, pois ainda não foram considerados os dados da Bahia. O sistema do estado apresentou problemas técnicos e os dados consolidados serão enviados ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) até o próximo dia 31.
 
Em 24 estados e no Distrito Federal, todos os animais jovens (até 24 meses de idade) devem ser vacinados no segundo semestre de cada ano. No primeiro semestre, são vacinados os animais de todas as idades.  Atualmente, o rebanho bovino e bubalino brasileiro é de 215,57 milhões de cabeças.
 
Os dados completos aqui. 
O sucesso do programa brasileiro de vacinação e erradicação da febre aftosa despertou o interesse da Índia, que tem o maior rebanho bovino e bubalino do mundo (mais de 400 milhões de animais). “O empresário do agronegócio brasileiro está cada vez mais preparado e competitivo para promover a qualidade do seu produto”, complementa Carlos Cesar Floriano.
 
Recentemente técnicos brasileiros estiveram na Índia, que integraram a missão da ministra Tereza Cristina ao país asiático, iniciaram a elaboração de um acordo de cooperação técnica na área de febre aftosa, como forma de troca de experiências e conhecimento técnico entre dois países. Como primeiro passo desse trabalho, ficou agendado para maio deste ano, a vinda de autoridades da área sanitária indiana ao Brasil para conhecerem o PNEFA, o parque industrial brasileiro de produção de vacina, laboratórios federais de controle de vacina e diagnóstico de febre aftosa, além de atividades de vigilância.
RC Sistemas
Auto Posto Arinos LTDA
Faculdade Anhanguera
Jud
Exatas Contabilidade
Soluti - Exatas Contabilidade
Covid-19
Jumasa
Sicredi




MAIS NOTÍCIAS


Inviolável



Interessado em receber notícias em seu e-mail?
Nós o notificaremos e prometeremos nunca enviar spam.


2002 - 2020 © showdenoticias.com.br