NOTÍCIA | CUIDADOS COM A VACINA

Cuiabá monta "estratégia de guerra" para evitar furto de vacinas que começam ser aplicadas em fevereiro

Município está adquirindo freezers para armazenar as vacinas

Por: ALLAN MESQUITA - Folha Max
Publicado em 13 de Janeiro de 2021 , 07h30 - Atualizado 13 de Janeiro de 2021 as 07h35


Reprodução

A secretária municipal de Saúde, Ozenira Félix, revelou que a Prefeitura de Cuiabá deve iniciar a vacinação contra covid-19 no fim de fevereiro, após o Carnaval. Durante entrevista à rádio Jovem Pan (93.3 FM) nesta terça-feira (12), a chefe da pasta afirmou que um contrato para o fornecimento dos imunizantes já foi assinado com o Ministério de Saúde. 

“O Governo Federal já fechou o contrato e já até mandou pra gente como vai se dar a vacinação, inclusive, informando algumas datas. Eles (o Governo federal) passaram pra gente a perspectiva, e com isso, esperamos que até o final de fevereiro já estejamos vacinando”, adiantou. 

De acordo com a secretária municipal de Saúde, está sendo definido junto à Diretoria de Atenção Primária da SMS quais unidades de saúde vão oferecer a vacina. Em dezembro, o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) anunciou que havia iniciado as primeiras tratativas para aquisição da Coronavac, desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, que é vinculado ao governo de São Paulo. 

No entanto, o imunizante ainda depende da liberação do uso emergencial que será emitido Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Conforme o plano preliminar de vacinação do Ministério da Saúde, a imunização da população será de responsabilidade da União, dos estados e dos municípios, cabendo às gestões municipais coordenar e executar as ações de vacinação, gerenciar o estoque de vacinas e insumos (armazenamento e transporte para os locais de uso), descartar e dar a destinação final correta aos frascos, seringas e agulhas utilizados, alimentar e gerenciar o sistema de informação do plano nacional de imunização.

Nesse contexto, Felix declarou que enquanto não ocorre a liberação, o município trabalha para aquisição de freezers para armazenagem das vacinas e para definição de um esquema de segurança para evitar que os imunizantes sejam furtados. “Nós já fizemos todo um processo de organização. Amanhã vamos fazer o fechamento e apresentação para o prefeito como vai se dar o processo de vacina, inclusive o processo de segurança das vacinas, por que nós vamos ter um risco de roubo né”, finalizou Félix.

Covid-19
Auto Posto Arinos LTDA
Jumasa
Exatas Contabilidade
Sicredi
Soluti - Exatas Contabilidade
Jud
RC Sistemas




MAIS NOTÍCIAS


Inviolável



Interessado em receber notícias em seu e-mail?
Nós o notificaremos e prometeremos nunca enviar spam.


2002 - 2021 © showdenoticias.com.br