NOTÍCIA | RACISMO

Papa condena racismo e violência nos EUA e pede reconciliação nacional

Ele disse que violência é autodestrutiva e derrotista

Por: Philip Pullella - Repórter da Reuters
Publicado em 03 de Junho de 2020 , 09h39 - Atualizado 03 de Junho de 2020 as 09h41


Reuters/Vaticano/Direitos Reservados Internacional

O papa Francisco quebrou seu silêncio nesta quarta-feira (3) sobre os protestos nos Estados Unidos (EUA), dizendo que ninguém pode "fechar os olhos ao racismo e à exclusão", ao mesmo tempo em que condenou a violência como "autodestrutiva e derrotista".

Francisco, que dedicou toda a seção em inglês de sua audiência pública semanal à situação nos EUA, implorou a Deus pela reconciliação nacional e pela paz. Ele chamou a morte de George Floyd de trágica e disse estar orando por ele e por todos aqueles que foram mortos como resultado do "pecado do racismo".

 

 

RC Sistemas
Auto Posto Arinos LTDA
Judô
Covid-19
Jumasa
Faculdade Anhanguera
Soluti - Exatas Contabilidade
Sicredi




MAIS NOTÍCIAS


Inviolável



Interessado em receber notícias em seu e-mail?
Nós o notificaremos e prometeremos nunca enviar spam.


2002 - 2020 © showdenoticias.com.br