NOTÍCIA | PECUÁRIA

Fazendeiro usa medicamento errado em rebanho e sofre prejuízo de mais de R$ 200 mil

A causa mais provável para a morte dos animais é a de que o produtor utilizou um medicamento específico para ovinos

Por: Redação - Compre Rural
Publicado em 01 de Junho de 2022 , 06h52 - Atualizado 01 de Junho de 2022 as 06h58


Reprodução Compre Rural

CUIABÁ - Um rebanho no sul do país foi morto por uma intoxicação com medicamento. A aplicação de forma incorreta, realizada na propriedade, causou um prejuízo incalculável para o produtor. As imagens começaram a circular pela internet e deixaram muito curiosidade pelo que poderia ter ocorrido.

Como se pode ver nas imagens, mais de 15 animais vieram a óbito. O prejuízo causado pela aplicação errada do medicamento, pode ter levado a um prejuízo de mais de R$ 200 mil. Confira as imagens abaixo e veja que tristeza. Além disso, trazemos ao final, algumas dicas que podem ajudar a evitar esse tipo de situação.

PRODUTO TÓXICO - Em um áudio, que veio com a explicação do ocorrido, a causa mais provável para a morte dos animais é a de que o produtor utilizou um medicamento específico para controle de piolho em ovelhas para controlar o carrapato no gado. Esse medicamento é extremamente tóxico para bovinos, além disso, foi realizado em um dia de sol muito quente, onde os poros dos animais estão mais “abertos”, causando uma rápida absorção e uma sobrecarga no organismo.

Todo esse quadro leva a uma intoxicação aguda, vindo o animal a óbito pouco tempo depois. Além disso, no áudio é pedido que seja, antes de tudo, verificado as verdadeiras causas para não culparmos a empresa do remédio de forma indevida.

O medicamento era a base de Diazinon, uso deve ser exclusivo para controle de piolho em ovelhas. Além de tudo, é extremamente tóxico para os humanos.

Sicredi
Jud
Exatas Contabilidade
Covid-19
Soluti - Exatas Contabilidade
Auto Posto Arinos LTDA

JUARA MATO GROSSO



MAIS NOTÍCIAS


Inviolável



Interessado em receber notícias em seu e-mail?
Nós o notificaremos e prometeremos nunca enviar spam.


2002 - 2022 © showdenoticias.com.br