NOTÍCIA | TRANSFERÊNCIA DE TECNOLOGIAS

Projeto apoiado pelo REM MT busca sustentabilidade da soja e pecuária no Médio Norte de MT

Ele destaca que o workshop já é tradição na região, sendo realizado a cada dois anos, pelo Clube Amigos da Terra (CAT Sorriso).

Por: Por Marcio Camilo REM MT
Publicado em 27 de Abril de 2022 , 06h55 - Atualizado 27 de Abril de 2022 as 07h00


Gado pastando no sistema Integração Lavoura-Pecuária. Foto: Crédito: Sinfo

No próximo dia 27 de maio será realizado o workshop "Integração Lavoura e Pecuária". O evento será realizado na Fazenda Santana, em Sorriso, Médio Norte de Mato Grosso, e terá o objetivo de apresentar os principais resultados do  projeto "Tecnologias inovadoras do Sistema Plantio Direto (SPD) e da Integração Lavoura- Pecuária (ILP) para o desenvolvimento sustentável da agropecuária mato-grossense". O projeto é financiado pelo Programa REM Mato Grosso (do inglês, REDD para Pioneiros). 

O engenheiro agrônomo e coordenador técnico do projeto, Flávio Jesus Wruck,  detalha que o workshop vai começar às 8h e será um dia de campo, onde os participantes irão conhecer os experimentos na Fazenda Santana, que é referência em produção de soja responsável na região. No local, o REM MT apoia dois experimentos. O primeiro trata-se de um Sistema de Plantio Direto (SPD) envolvendo a soja e o segundo é um processo de Integração Lavoura-Pecuária. 

"No plantio direto, nós estamos testando quais são os melhores consórcios forrageiros [plantas] depois da soja. O objetivo deste ensaio é aperfeiçoar os atributos do solo nos aspectos físicos, químicos e microbiológicos, que irão resultar numa melhor retenção de água, na porosidade e na ciclagem de nutrientes do solo. Ainda que preliminares, já temos resultados positivos, para o primeiro ano de projeto", destaca Flávio, que também é pesquisador e chefe adjunto de Transferência de Tecnologia da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa).

Ele destaca que o workshop já é  tradição na região, sendo realizado a cada dois anos, pelo Clube Amigos da Terra (CAT Sorriso). 

“Sua importância reside no fato de transmitir essas tecnologias aos produtores, tanto para aqueles que já fazem a integração [Lavoura-Pecuária], com objetivo de aprimorá-la, quanto para aqueles que querem iniciar o processo em suas fazendas. Às vezes, o produtor quer diversificar, plantando soja e milho, por exemplo, mas o solo é muito arenoso. Então, a melhor opção para ele é a integração com a pecuária. O workshop traz esse tipo de informação”, detalha Flávio. 

O projeto

Os resultados, que serão mostrados no dia de campo, são parte do projeto "Tecnologias inovadoras do Sistema Plantio Direto (SPD) e da Integração Lavoura- Pecuária (ILP) para o desenvolvimento sustentável da agropecuária mato-grossense". A iniciativa, desenvolvida pela Fundação de Apoio à Pesquisa e ao Desenvolvimento (FAPED), está inserida no Subprograma Produção, Inovação e Mercado Sustentáveis (PIMS) do REM MT. Os investimentos estão na ordem de R$ 998,6 mil.

O objetivo do projeto, de acordo com Flávio é: "motivar e transferir tecnologias e conhecimentos diretamente aos pequenos e médios produtores rurais em tecnologias inovadoras que conciliam conservação ambiental, produção agropecuária sustentável e rentabilidade econômica nas cadeias produtivas da soja e da pecuária".

Região estratégica

O projeto ocorre numa região estratégica do Estado, onde está concentrado o maior número de produtores de soja em Mato Grosso. Para se ter uma ideia, o Médio Norte conta com uma área de 3,1 milhões de hectares de plantio de soja, de acordo com o último relatório sobre o assunto, publicado pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (IMEA).

Flavio frisa que, apesar de tecnologias, como o Plantio Direto e a Integração Lavoura-Pecuária serem estudadas há algumas décadas pela ciência, elas ainda são novidades para os produtores da região.

"Tratam-se das melhores opções estratégicas de uso intensivo e sustentável do solo, verticalizando a produção agropecuária na propriedade rural, proporcionando renda suficiente para o proprietário e seus sucessores e, ainda, respeitando o meio ambiente", afirma o pesquisador. 

Inscrições

O dia de campo (workshop) na Fazenda Santana é aberto a todos ligados ao setor: sejam produtores, consultores, estudantes, pesquisadores ou extensionistas rurais. Para participar do evento, os interessados devem se inscrever pelo site www.catsorriso.com.br.

Covid-19
Soluti - Exatas Contabilidade
Jud
Sicredi
Auto Posto Arinos LTDA
Exatas Contabilidade

JUARA MATO GROSSO



MAIS NOTÍCIAS


Inviolável



Interessado em receber notícias em seu e-mail?
Nós o notificaremos e prometeremos nunca enviar spam.


2002 - 2022 © showdenoticias.com.br