NOTÍCIA | BARCO A DERIVA

Barco encontrado no Pará com corpos chega à terra firme para início da perícia

Resgate e transporte da embarcação do alto mar até área de trapiche em comunidade no litoral do Pará ocorreu no fim da noite deste domingo. Polícia Federal investiga nacionalidade e causa da morte das vítimas.

Por: Fábia Sepêda, Valéria Martins, g1 Pará e TV Libera
Publicado em 16 de Abril de 2024 , 05h50 - Atualizado 16 de Abril de 2024 as 06h09


Reprodução
O barco encontrado à deriva com corpos no litoral paraense neste fim de semana foi resgatado e rebocado até uma área de trapiche em terra firme no fim da noite deste domingo (14).
 
Polícia Federal, bombeiros, Marinha e outras autoridades concluíram o reboque da embarcação, do mar até um porto em Bragança, cidade do nordeste paraense distante cerca de 215 quilômetros da capital Belém.
 
Por volta da 1h desta segunda-feira (15) começou a tentativa de içar o barco com auxílio de uma máquina retroescavadeira, para retirá-lo da margem do rio e colocá-lo em um caminhão, responsável por levar a embarcação até o Instituto Médico Legal em Bragança para início da perícia.
 
Mas a operação na madrugada não teve sucesso e para ser retomada na manhã desta segunda-feira, dia 15.
 
Uma lona foi colocada por cima do barco e os corpos permanecem na embarcação, sendo retirados apenas no IML seguindo procedimentos recomendados. Durante todo o processo, os agentes federais, estaduais e municipais envolvidos usam máscaras.
 
Os trabalho de trazer a embarcação com os corpos começou pela manhã de donmigno durou mais de 12 horas. A maré baixa dificultou o traslado, assim como a necessidade de rebocar o barco em baixa velocidade.
 
"É uma missão que requer pressa, porque quanto mais dias passa, com a decomposição, mais fica díficil de a perícia trabalhar, mas temos que trabalhar com todo cuidado, com segurança para não danificar a embarcação, navegando em áreas muito rasas", explicou o tenente dos bombeiros Hugo Moura, um dos envolvidos no resgate.
 
A suspeita é as vítimas sejam estrangeiras, visto que as autoridades da região não foram notificadas sobre desaparecimento de barcos com pessoas no Brasil. A Polícia Federal (PF) e o Ministério Público Federal (MPF) investigam o caso.
 
Um dos objetivos da investigação da Polícia Federal é descobrir a nacionalidade das vítimas, além da causa das mortes. Os corpos foram encontrados em estado de decomposição.
 
A embarcação com vítimas foi achada por pescadores na manhã de sábado (13), mas a maré baixa dificultou os trabalhos de resgate à tarde e à noite de sábado. Mesmo assim, equipes se aproximaram do local para avaliação inicial da situação.
Sicredi
Exatas Contabilidade
Soluti - Exatas Contabilidade
Auto Posto Arinos LTDA

JUARA MATO GROSSO



MAIS NOTÍCIAS


Interessado em receber notícias em seu e-mail?
Nós o notificaremos e prometeremos nunca enviar spam.


2002 - 2024 © showdenoticias.com.br