NOTÍCIA | OPORTUNIDADES

Concurso Público Nacional Unificado divulga editais com 6.640 vagas de nível médio e superior

Oportunidades encontram-se distribuídas em 21 órgãos, e tem remuneração de até R$ 22 mil

Por: Assessoria de imrpensa do MPF
Publicado em 16 de Janeiro de 2024 , 08h09 - Atualizado 16 de Janeiro de 2024 as 08h20


Reprodução

Foram divulgados os editais do Concurso Público Nacional Unificado com 6.640 vagas de nível médio e superior.

As oportunidades foram divididas em blocos que contem o órgão, e os cargos, conforme a seguir discriminado:

Bloco 1: Infraestrutura, Exatas e Engenharias:

  • Advocacia Geral da União (AGU): Arquiteto (5); Engenheiro - Engenharia Agronômica (2), Engenharia Civil (10), Engenharia de Produção (2), Engenharia Elétrica (4);
  • Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel): Especialista em Regulação de Serviços Públicos de Energia - Qualquer Área de Conhecimento (10);
  • Fundação Nacional dos Povos Indígenas (Funai): Especialista em Indigenismo - Arquitetura (1); Engenharia (20);
  • Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE): Analista de Gestão e infraestrutura em Informações Geográficas e Estatísticas nas especialidades de Arquitetura (1), Engenharia Civil (1), Engenharia Elétrica (1), Engenharia Mecânica (2), Geoprocessamento (8); Tecnologista em Informações Geográficas e Estatísticas para as especialidades de Geoprocessamento (53), Cartografia e Geodésia (15), Engenharia de Produção (2), Gestão em Pesquisa (50);
  • Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra): Analista em Reforma e Desenvolvimento Agrário - Engenharia Civil (51), Engenharia de Agrimensura e Engenharia Cartográfica (75), Engenharia Elétrica (2);
  • Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa): Analista em Ciência e Tecnologia - Engenharia Elétrica ou Eletrônica: (2);
  • Ministério da Saúde (MS): Tecnologista - Tecnologia da Informação (32);
  • Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc): Analista Administrativo - Tecnologia da informação (6);

Bloco 3: Ambiental, Agrário e Biológicas

  • Fundação Nacional dos Povos Indígenas (Funai): Especialista em indigenismo - Engenharia Agronômica: (31); especialista em indigenismo - Engenharia Florestal (2); especialista em indigenismo - análise pecuária (4);
  • Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) - Pesquisador em Informações Geográficas e Estatísticas - Geografia (2); Tecnologista em Informações Geográficas e Estatísticas para as especialidades de Análise Florestal (4); Análise Agrícola e Pecuária (8); Análise Ambiental (4); Biologia (2); Geografia (11);
  • Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra): Analista em Reforma e Desenvolvimento Agrário - Engenharia Florestal (17); Engenheiro Agrônomo (159);
  • Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa): Auditor-Fiscal Federal Agropecuário nas especialidades de - Engenharia Agronômica (116); Farmácia (11); Medicina Veterinária (55); Química (12); Zootecnia (6); Tecnologista - Meteorologia ou Ciências Atmosféricas (4);
  • Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MGI): Analista de Infraestrutura (AIE) - Geociências (30); Especialistas em Políticas Públicas e Gestão Governamental (EPPGG) na especialidade de Ambiental, Agrário e Biológicas (5).

Bloco 4: Trabalho e Saúde do Servidor

  • Advocacia Geral da União (AGU): Médico (3); Psicólogo (10);
  • Fundação Nacional dos Povos Indígenas (FUNAI): Especialista em Indigenismo - Psicologia (6);
  • Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos - MGI: Analista Técnico de Políticas Sociais - ATPS - Graduação em qualquer área de conhecimento (20); Especialistas em Políticas Públicas e Gestão Governamental (EPPGG) - Graduação em qualquer área de conhecimento (10); Médico (16); Médico Medicina-psiquiatria (4); Psicólogo (2);
  • Ministério do Trabalho e Emprego - MTE: Auditor-Fiscal do Trabalho (AFT) Auditoria e Fiscalização: (900).

Bloco 5: Educação, Saúde, Desenvolvimento Social e Direitos Humanos

  • Advocacia Geral da União (AGU): Técnico em Assuntos Educacionais - Pedagogia: (20);
  • Fundação Nacional dos Povos Indígenas (FUNAI): Especialista em Indigenismo - Antropologia (19); Assistência Social (21); Indigenismo (152); Pedagogia (2); Sociologia (12);
  • Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE): Analista de Planejamento, Gestão e Infraestrutura em Informações Geográficas e Estatísticas - Psicopedagogia (1); Pesquisador em informações geográficas e estatísticas - Demografia (2); Tecnologista em informações geográficas e estatísticas - Demografia (1);
  • Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra): Analista em Reforma e Desenvolvimento Agrário - Antropologia (58);
  • Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP): Pesquisador-Tecnologista em Informações e Avaliações Educacionais - Qualquer área de conhecimento (10);
  • Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI): Analista em Ciência e Tecnologia - Ciências Humanas, Saúde e/ou Sociais Aplicadas (13);
  • Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI): Analista Técnico Administrativo - História (8); Analista Técnico de Políticas Sociais - ATPS (MGI, MJSP, MDHC, MEC) - Qualquer área de conhecimento (460); Especialistas em Políticas Públicas e Gestão Governamental (EPPGG) - Qualquer área de conhecimento (20); Técnico em Assuntos Educacionais - Pedagogia (2)
  • Ministério da Saúde (MS): Tecnologista nas especialidades de: Vigilância em Saúde e Ambiente (66); Gestão, monitoramento e avaliação de políticas em saúde (71); Farmácia (25); Fomento do Complexo Econômico - Industrial da Saúde (15);
  • Ministério dos Povos Indígenas (MPI): Analista Técnico Administrativo - Qualquer área de conhecimento (30).

Bloco 6: Setores Econômicos e Regulação

  • Advocacia Geral da União (AGU): Economista (35);
  • Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel): Especialista em Regulação de Serviços Públicos de Energia - Qualquer área de conhecimento (30);
  • Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS): Especialista em Regulação de Saúde Suplementar - Qualquer área de conhecimento (35);
  • Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq): Especialista em Regulação de Serviços de Transportes Aquaviários - Qualquer área de conhecimento (30);
  • Fundação Nacional dos Povos Indígenas (Funai): Especialista em Indigenismo - Economia (24);
  • Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE): Analista de Planejamento, Gestão e Infraestrutura em Informações Geográficas e Estatísticas - Relações Internacionais (3); Tecnologista em Informações Geográficas e Estatísticas - Economia (29);
  • Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra): Analista em Reforma e Desenvolvimento Agrário - Economia (5);
  • Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) - Analista em Ciência e Tecnologia nas especialidades de Direito (15); Ciências Humanas e Sociais Aplicadas (11); Políticas Públicas de CT&I (14);
  • Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI): Economista: (27); Especialistas em Políticas Públicas e Gestão Governamental (EPPGG) - Qualquer área de conhecimento (15);
  • Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC): Analista de Comércio Exterior (ACE) - Qualquer área de conhecimento (50); Economista (10);
  • Ministério do Planejamento e Orçamento (MPO): Economista (15);
  • Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc): Especialista em Previdência Complementar - Qualquer área de conhecimento (25).

Bloco 7: Gestão Governamental e Administração Pública

  • Advocacia Geral da União (AGU): Administrador (154); Analista Técnico Administrativo (90); Arquivista (2); Contador (47); Técnico em Comunicação Social (9);
  • Fundação Nacional dos Povos Indígenas - FUNAI: Especialista em Indigenismo nas especialidades de: Administração (26); Arquivologia (1); Biblioteconomia (6); Comunicação Social (10); Contabilidade (12);
  • Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE): Analista de Planejamento, Gestão e Infraestrutura em Informações Geográficas e Estatísticas nas especialidades de Ciências Contábeis e Gestão de Pesquisa (26); Educação corporativa e administração escolar (6); Letras (português-inglês) (4); Planejamento, Orçamento e gestão administrativa, auditoria e corregedoria (152); Tecnologista em Informações Geográficas e Estatísticas nas especialidades de: Arquivologia (2); Biblioteconomia (4); Comunicação social (28); História (2); Planejamento e gestão técnica, Planejamento e gestão administrativa (41); Produção audiovisual e publicidade e propaganda (10);
  • Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra): Analista Administrativo nas especialidades de Comunicação Social (8); Contabilidade (21); Graduação em qualquer área de conhecimento (102); Analista em Reforma e Desenvolvimento Agrário - Qualquer área de conhecimento (238);
  • Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep): Pesquisador-Tecnologista em Informações e Avaliações Educacionais - Qualquer área de conhecimento (20);
  • Ministério da Agricultura e Pecuária - MAPA: Analista em Ciência e Tecnologia com graduação em qualquer área de conhecimento (18);
  • Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI): Analista em Ciência e Tecnologia nas especialidades de: Arquivologia (4); Biblioteconomia (5); Comunicação Social (15); Contabilidade (5); e graduação em qualquer área de conhecimento (106);
  • Ministério da Cultura (MinC): Analista Técnico-Administrativo - Qualquer área de conhecimento (50);
  • Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI): Analista Técnico-Administrativo - Qualquer área de conhecimento (182); Arquivista (16); Bibliotecário (4); Contador (5); Especialistas em Políticas Públicas e Gestão Governamental (EPPGG) - Qualquer área de conhecimento (80); Técnico em Comunicação Social (10);
  • Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP): Analista Técnico Administrativo - Qualquer área de conhecimento (100);
  • Ministério da Saúde (MS): Tecnologista - Administração, Contabilidade, Economia ou Estatística (9);
  • Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC): Analista Técnico-Administrativo - Qualquer área de conhecimento (50);
  • Ministério do Planejamento e Orçamento (MPO): Analista Técnico-Administrativo - Qualquer área de conhecimento (45);
  • Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc): Analista Administrativo - Qualquer área de conhecimento (9).

Bloco 8: Nível Intermediário

  • Fundação Nacional dos Povos Indígenas - FUNAI: Técnico em Indigenismo (152);
  • Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE): Técnico em Informações Geográficas e Estatísticas - Região Norte (47); Técnico em Informações Geográficas e Estatísticas - Região Nordeste (86); Técnico em Informações Geográficas e Estatísticas - Região Centro-Oeste (40); Técnico em Informações Geográficas e Estatísticas - Região Sudeste (91); Técnico em Informações Geográficas e Estatísticas - Região Sul (36);
  • Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa): Agente de atividades agropecuárias - Curso Técnico Agrícola com registro Conselho de Classe (100); Agente de inspeção sanitária e industrial de produtos de origem animal - Curso Técnico Agrícola com registro Conselho de Classe (100); Técnico de laboratório - Curso Técnico em Biotecnologia, Análise Clínicas, Metrologia, Química, Agroindústria, Alimentos, Farmácia, Viticultura e Enologia, com registro em Conselho de Classe (40).

No quantitativo de vagas acima mencionado, encontram-se as reservadas para candidatos (AC, PCD) que se enquadrem nos itens especificados no edital de abertura.

No caso específico da Fundação Nacional dos Povos Indígenas (Funai) também há cota de 30% das vagas para indígenas.

Ao serem contratados pelo regime estatutário os profissionais irão atuar em jornadas de 40 horas por semana com remuneração variável de R$ 4.008,24 a R$ 22.921,71.

As inscrições devem ocorrer no site Gov.br, no período de 19 de janeiro até 9 de fevereiro de 2024, com taxas de R$ 60,00 e R$ 90,00.

Estão isentos desse pagamento os candidatos que integram o Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico); aqueles que cursam ou cursaram faculdade pelo Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (Fies) ou pelo Programa Universidade para Todos (ProUni); assim como aquele que for doador de medula óssea em entidades reconhecidas pelo Ministério da Saúde.

Os pedidos de isenção devem ser encaminhados entre os dias 19 a 26 de janeiro de 2024, pela página do Concurso Público Nacional Unificado, mediante envio da documentação comprobatória.

Vale ressaltar ainda que no ato da inscrição o candidato deverá escolher o bloco e, em seguida, selecionar as carreiras que deseja concorrer por ordem de prioridade, desde que tenha os requisitos necessários.

As provas que irão acontecer de forma simultânea em 220 cidades do Brasil, tem previsão para ocorrer em 5 de maio de 2024 em dois turnos.

Este certame é composto de provas objetivas e discursivas; perícia médica (avaliação biopsicossocial); procedimento de verificação da condição declarada: reserva de vagas para pessoas negras; procedimento de verificação documental complementar: reserva de vagas a indígenas.

Questões de conhecimentos gerais e específicos vão compor a primeira etapa de classificação. E em alguns cargos, há ainda a prova de títulos.

O prazo de validade deste Concurso Público é de um ano, podendo ser prorrogado uma vez por igual período.

Para obter mais informações acesse em nosso os documentos oficiais.

  • Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI): Analista em Ciência e Tecnologia - Engenharia (2); Engenharia Civil (11); Engenharias e Ciências Exatas (38) e Políticas Públicas de CT&I (17);
  • Ministério da Gestão e Inovação em Serviços Públicos (MGI): Analista de Infraestrutura (AIE) nas especialidades de: Arquitetura (55); Engenharia Civil (142); Engenharia Elétrica, Eletrônica, Telecomunicações, Eletrotécnica ou Energia (73); Arquitetura (14); Engenharia (68); Graduação em qualquer área de conhecimento (5);
  • Ministério da Saúde (MS): Tecnologista - Engenharia Civil ou Arquitetura (2).

Bloco 2: Tecnologia, Dados e Informação

  • Advocacia Geral da União (AGU): Estatístico: (7);
  • Fundação Nacional dos Povos Indígenas (Funai): Especialista em Indigenismo - Estatística: (1);
  • Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE): Analista de Planejamento, Gestão e Infraestrutura em Informações Geográficas e Estatísticas para as especialidades de Desenvolvimento e Tecnologia da Informação (27); Infraestrutura e Suporte de Tecnologia da Informação (38); Redes e Telecomunicações (5); Estatística (4); Ciência de Dados (3); Estatística (190; Métodos Quantitativos (10); Webdesigner e Produção Gráfica (16);
  • Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra): Analista Administrativo - Tecnologia da Informação: (6);
  • Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP): Pesquisador-Tecnologista em Informações e Avaliações Educacionais - Qualquer área de conhecimento (20);
  • Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa): Analista em Ciência e Tecnologia - especialidade: Tecnologia da Informação: (20);
  • Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI): Analista em Ciência e Tecnologia - Ciência de Dados (8); Tecnologia da Informação: (11);
  • Ministério da Gestão e Inovação em Serviços Públicos (MGI): Analista em Tecnologia da Informação (ATI) (300); Analista Técnico de Políticas Sociais (ATPS) - Tecnologia da Informação (20); Especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental (EPPGG) - Qualquer área de conhecimento (15); Estatístico (12);
Exatas Contabilidade
Soluti - Exatas Contabilidade
Sicredi
Auto Posto Arinos LTDA

JUARA MATO GROSSO



MAIS NOTÍCIAS


Interessado em receber notícias em seu e-mail?
Nós o notificaremos e prometeremos nunca enviar spam.


2002 - 2024 © showdenoticias.com.br