Jaime: "Não vou ficar roçando meio-fio; estou pronto pra guerra"

O democrata admitiu que pode disputar vaga ao Governo ou Senado Federal

Por: Mídia News/CAMILA RIBEIRO E DOUGLAS TRIELLI
Publicado em 07 de Fevereiro de 2018, 09h38 - Atualizado 08 de Fevereiro de 2018 ás 16h48


Alair Ribeiro/MidiaNews

O secretário de Assuntos Estratégicos de Várzea Grande, Jaime Campos (DEM), afirmou que está pronto para concorrer a uma vaga ao Senado ou ao Governo, nas eleições de outubro deste ano.

Para isso, ele já prepara para deixar o cargo de secretário e, a partir daí, discutir possíveis alianças partidárias.

“Se eu estou descompatibiliando não é pra sair limpando terreno, ficar roçando meio-fio. Nada disso. Estou pronto para ir à guerra”, disse o senador, na manhã desta terça-feira (6).

O democrata disse também que não há nada que impeça sua eventual candidatura e afirmou que, embora já haja alguns cenários e nomes sendo ventilados para o próximo pleito eleitoral, o jogo está “totalmente aberto”.

“Na política tudo é possível. Qual o problema o problema de uma candidatura minha? Sou maior de idade, tenho 67 anos, tenho nome, CPF, identidade, todos os requisitos que a justiça eleitoral exige”, disse, ao ser questionado sobre uma disputa ao Palácio Paiaguás.

“Se eu preencho todos os requisitos, qual a dificuldade? Nenhuma. O jogo está totalmente aberto”, afirmou.

“Chapa montada”

Jaime ainda minimizou os efeitos de um almoço realizado na última semana pelo governador Pedro Taques (PSDB), no qual foi praticamente montada a chapa do tucano com vistas à reeleição.

Segundo o secretário, que também participou do encontro, qualquer conversa em torno da eleição, neste momento, é embrionária e precipitada.

“Sabemos uma coisa: o governador Pedro Taques definiu que vai ser candidato e ele gostaria imensamente de ter Carlos Fávaro como vice e o colega Nilson Leitão como candidato ao Senado”.

“Agora, convenhamos, convenção inicia em 5 de julho e encerra 5 de agosto. Tem água pra correr debaixo da ponte. E não é pouca”, disse.

“Conversar sobre isso agora é chover no molhado. É muito cedo pra definir eleição. Mas repito, tratar disso agora é chover no molhado, conversa de bêbado pra delegado, de delegado pra bêbado. Está muito precoce”, concluiu o secretário.

 

Judô
Exatas Contabilidade
Sicredi
Social Show
Auto Posto Arinos LTDA
RC Sistemas
Jumasa
Faculdade Anhanguera

0 | COMENTÁRIO
Nenhum comentário foi feito até o presente momento.




MAIS NOTÍCIAS

Inviolável


Interessado em receber notícias em seu e-mail?
Nós o notificaremos e prometeremos nunca enviar spam.

CADASTRE-SE



2002 - 2018 © showdenoticias.com.br