Piloto que sofreu acidente com avião agrícola é encontrado com vida uma semana depois

As equipes de buscas acabam de encontrar Maicon Semencio Esteves, de 27 anos, que pilotava o avião modelo Neiva EMB-201A

Por: PEDRO RIBEIRO | DA EDITORI
Publicado em 07 de Novembro de 2018, 17h36 - Atualizado 08 de Novembro de 2018 ás 10h11


Repdorução redes sociais

As equipes de buscas acabam de encontrar Maicon Semencio Esteves, de 27 anos, que pilotava o avião modelo Neiva EMB-201A, que caiu sábado e pegou fogo em uma floresta no distrito de União do Norte – Peixoto de Azevedo (197 km de Sinop).

De acordo com o gerente da propriedade, Cláudio Favoreto, ele estava deitado às margens de um rio, aparentava estar debilitado e com algumas queimaduras no braço e no rosto devido ao fogo que houve no avião. Esteves já foi levado, de ambulância, até União do Norte e deve ser transferido para uma unidade médica de Peixoto de Azevedo ou Guarantã do Norte.

Ele foi localizado pelas equipes dos bombeiros, policiais e funcionários da fazenda, a cerca de 1,5 mil metros dentro da mata, nas proximidade de um rio. Maicon reside em Primeiro de Maio, no Paraná (455 km de Curitiba).

O gerente da fazenda, que viu o avião perdendo altitude e caindo na mata, fez as primeiras buscas, ainda no sábado, com funcionários. Desde domingo as equipes passaram a andar em vários pontos na mata. Eles se dividiram, soltaram rojões a cada 20 minutos para que Maicon pudesse identificar e saísse da floresta que é muito extensa e fechada. O Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) de Sorriso chegou a ser acionado para auxiliar nas buscas, mas não foi possível já que helicóptero segue em manutenção.

A causa do acidente ainda será investigada pelo Serviços Regionais de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa). Maicon também deve ser ouvido pela equipe para esclarecer a situação.

A noiva dele, Rebeca Razzaboni Freitas, disse, anteriormente, ao Só Noticias, que Maicon enviou um áudio informado que decolaria de Porto Nacional (TO) e seguiria até Alta Floresta para trabalhar na pulverização de defensivos em fazendas. “Ele iria realizar duas paradas para abastecer. Parou na primeira, em Confresa, e depois seria em Matupá. Após, seguiria a Alta Floresta, mas perdemos o contato. Eu estou muito confiante dele estar vivo”, declarou, anteriormente.

Faculdade Anhanguera
RC Sistemas
Sicredi
Auto Posto Arinos LTDA
Judô
Exatas Contabilidade
Jumasa

0 | COMENTÁRIO
Nenhum comentário foi feito até o presente momento.




MAIS NOTÍCIAS

Inviolável


Interessado em receber notícias em seu e-mail?
Nós o notificaremos e prometeremos nunca enviar spam.


2002 - 2018 © showdenoticias.com.br