NOTÍCIA | SINALIZAÇÃO

Trecho da BR-163 entre Peixoto de Azevedo e Matupá recebe nova sinalização

A nova sinalização foi reivindicada ao senador Wellington Fagundes e lideranças da região, no final de abril, durante audiência em Brasília

Por: Assessoria de imprensa do senador Wellington Fagun
Publicado em 03 de Junho de 2019 , 15h51 - Atualizado 03 de Junho de 2019 ás 16h00


Reprodução assessoria do senador Wellington Fagundes
O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit-MT) começa a implantar nova sinalização no trecho da BR-163, entre Peixoto de Azevedo e Matupá. Isso inclui a instalação de quebra-molas e o reforço no aspecto de segurança da rodovia, que registra alto índice de acidentes no trecho.
 
A nova sinalização foi reivindicada ao senador Wellington Fagundes (PL-MT) e lideranças da região, durante audiência com o diretor-geral do Dnit, em Brasília, para tratar do assunto. Segundo relatos de uma comissão de vereadores de Peixoto de Azevedo, somente este ano houve 14 mortes em 25 acidentes nesse trecho.
 
Ainda no final de abril, os moradores do mesmo município fizeram um protesto às margens da rodovia e, segundo a Polícia Rodoviária Federal, 50% das mortes em rodovias federais no Estado, em 2019, ocorreram nesse trecho.
 
A comitiva estava formada pelos vereadores Gilmar Santos, presidente da Câmara Municipal, Adriano Gomes de Souza, Ambrósio Pereira, Elisabete dos Santos Costa e Flávio Gomes Santos e entregou ao diretor-geral do Dnit, general Santos Filho, um documento contendo as principais sugestões que podem ser tomadas para atacar o problema que originam os acidentes. A principal questão, segundo eles, está na falta de sinalização. Aliado a isso, pediram a implantação de redutores de velocidade.
 
O senador Wellington Fagundes reforça a importância de uma sinalização adequada e da implantação de redutores de velocidade. “Todas as travessias urbanas de rodovias são consideradas áreas muito críticas”, disse el. O parlamentar lembra que a BR-163, no Norte do Estado, vem registrando um aumento considerável no volume de tráfego tendo em vista o escoamento da produção agrícola em direção ao porto de Miritituba, no Pará.
Faculdade Anhanguera
Exatas Contabilidade
Jumasa
Auto Posto Arinos LTDA
RC Sistemas
Judô
Sicredi

0 | COMENTÁRIO
Nenhum comentário foi feito até o presente momento.




MAIS NOTÍCIAS

Inviolável


Interessado em receber notícias em seu e-mail?
Nós o notificaremos e prometeremos nunca enviar spam.


2002 - 2019 © showdenoticias.com.br