NOTÍCIA | CASAMENTO VIRTUAL

Cartório de Tabaporã realiza primeiro casamento do Estado por videoconferência

O cartorário Edivaldo Semensato registrou que o registro de casamento será assinado pelo casal e a ele entregue.

Por: Assessoria de Imprensa Anoreg-MT
Publicado em 04 de Abril de 2021 , 12h25 - Atualizado 04 de Abril de 2021 as 12h31


Reprodução
O Cartório do 2º Ofício de Tabaporã realizou na manhã deste sábado (3 de abril) o primeiro casamento por videoconferência do Estado de Mato Grosso, em solenidade conduzida pelo registrador civil, Edivaldo Mauricio Semensato. Os noivos foram Luzia Lopes Neves, de 66 anos, e Cícero Manoel da Silva, de 51, que casaram sob o regime da separação de bens, conforme determinam os artigos 1641, inciso I, e 1523, inciso III, do Código Civil.
 
A cerimônia foi prestigiada pela presidente da Associação dos Notários e Registradores do Estado de Mato Grosso (Anoreg-MT), Velenice Dias; pela substituta do cartório, Rosimeire Semensato; juiz de paz, Valmor Kloppel; filhos e testemunhas Fabiana Neves da Silva Santana e Welteman Lopes Neves; colaboradores do cartório e imprensa.
 
“Estamos muito felizes e emocionados em casar e é uma honra participar do primeiro casamento virtual no Estado. Queremos agradecer ao Edivaldo que, junto com a equipe do cartório, possibilitou a realização desse sonho. Temos orgulho da pessoa maravilhosa que ele é, que corre atrás das coisas, que nunca fala não para as pessoas sem, primeiro, tentar”, disse o casal.
 
Luzia Neves e Cícero Manoel frisaram que o romance surgiu pela internet (Whatsapp). “É uma história que começou pela internet e, agora, estamos casando, também, pela internet, mesmo morando na mesma cidade. Diante da pandemia, por não ter o casamento presencial, recebemos a sugestão do cartório de casar de forma virtual. Achamos boa a ideia, ficamos na expectativa aguardando, e tudo deu certo. Foi uma responsabilidade muito grande do cartório, que fez tudo acontecer. Nossa felicidade é enorme”, exaltaram.
 
O titular do cartório, Edivaldo Semensato, frisou estar lisonjeado por ser o primeiro a realizar o casamento por videoconferência. “Consegui, graças à minha equipe, representada pelas escreventes Valéria e Taline. A emoção é muito grande, pois Deus nos concedeu o dom da vida. Enquanto muitos estão nos hospitais, estamos aqui, concedendo a cidadania que a população precisa, atestando a legalidade e a segurança jurídica desse casamento. É um relacionamento que começou por Whatsapp e, agora, vai permanecer presencialmente. Nosso dever está cumprido. Não interessa onde está a serventia, se numa cidade grande ou pequena. O registrador civil confere cidadania às pessoas com a emissão de certidão de nascimento, casamento, óbito. Conseguimos cumprir esse ato, atender a inovação, o que o momento exige. Tenho alegria de poder superar esse desafio tecnológico, pois é para frente que se caminha. Não podemos ficar imóveis pelo medo da situação. Nem sempre acertamos em tudo, mas sempre buscamos o melhor para atender às exigências que a justiça nos impõe. Esse foi o casamento mais longo da serventia e que bom que tudo deu certo. Gratidão ao casal, à minha equipe, ao juiz de paz e à Anoreg-MT”.
 
Edivaldo Semensato registrou que, ainda hoje, o registro de casamento será assinado pelo casal e a ele entregue.
 
A substituta do cartório, Rosimeire Semensato, parabenizou o casal. “Para mim, é uma honra e prazer participar desse momento. Estamos limitados a quase tudo, mas a tecnologia nos permite essa evolução. Parabéns pelo casamento e que Deus os abençoe”.
 
Por fim, a presidente da Anoreg-MT, Velenice Dias, ressaltou a importância do ato praticado pelo 2º Ofício de Tabaporã. “O provimento que permite a realização do casamento por videoconferência completará um mês de publicação e já temos a primeira serventia que aderiu à essa modalidade. Para a Anoreg-MT, é muito gratificante, uma honra e alegria participar dessa celebração, a mais solene que existe. Estamos orgulhosos disso e queremos que todos os registradores civis do Estado sigam o exemplo do Edivaldo, um profissional brilhante. Nessa época de pandemia, seria muito cômodo não celebrar esse casamento, mas ele não fugiu, abraçou a norma e a cumpriu, proporcionando a ao casal a concretização de um sonho. Parabéns ao cartório e a todos que apoiaram a ideia, pois ninguém faz isso sozinho”. 
 
Velenice Dias destacou ser privilegiada por participar da solenidade. “Estamos longe fisicamente, mas, ao mesmo tempo, juntos. Esse casamento é legal e tem o mesmo efeito se fosse feito de forma presencial. É a tecnologia nos ajudando. Temos uma missão constitucional, a qual, hoje, foi cumprida pelo Edivaldo, que não mediu esforços para realizar o ato. Ao casal, desejamos muita saúde, paz e felicidade”.

Jumasa
Covid-19
Auto Posto Arinos LTDA
RC Sistemas
Sicredi
Soluti - Exatas Contabilidade
Jud
Exatas Contabilidade




MAIS NOTÍCIAS


Inviolável



Interessado em receber notícias em seu e-mail?
Nós o notificaremos e prometeremos nunca enviar spam.


2002 - 2021 © showdenoticias.com.br