Empresa que prestava serviço de limpeza pública em Juara paralisa atividades e cidade passa final de semana coberta de sujeira.

Juara passou um domingo com lixo espalhado por todo o centro da cidade

Por: Show de Notícias
Publicado em 19 de Fevereiro de 2018, 06h13 - Atualizado 19 de Fevereiro de 2018 ás 06h18


A empresa COSMOTROM, contratada para realizar a coleta de lixo na cidade de Juara, notificou a Prefeitura no dia 15 de fevereiro, que estaria encerrando as atividades de limpeza pública da cidade.

Os motivos alegados pela empresa seria o atraso nos pagamentos, em mais de 90 dias, já que em clausula contratual estabelece que isso motivaria a quebra do contrato com a prefeitura.

A empresa alega ainda, que o atraso teria causando grande desequilíbrio e prejuízo econômico financeiro, porém, atrasaram o pagamento de seus funcionários em apenas 30 dias, diz o documento.

De acordo com funcionários da empresa, a empresa comunicou a eles a paralização das atividades, dizendo que a partir do dia 16, não mais prestariam serviço para a prefeitura de Juara.

A paralisação das atividades pela empresa COSMOTRON, deixou a cidade sem coleta de lixo e coberta de lixo por todos os locais. A Avenida Rio Arinos e Praça dos Colonizadores, estavam com lixo acumulado por todo lado, dando um ar de abandono.

 

OUTRO LADO.

Em nota para a Rádio Tucunaré, a prefeitura disse:

A notificação foi protocolada no dia 15 de fevereiro às 16 horas e 41 minutos, ou seja, no final do expediente da Prefeitura de Juara, mas por telefone, o Chefe de Gabinete Marcos May, informou que, não teve acesso a notificação, e que a Prefeitura irá analisar os termos da Notificação e irá fornecer para a imprensa de Juara, toda a documentação necessária para demonstrar a verdade dos fatos, mas adiantou via nota informal, que:

1-    Não é verdade que a Prefeitura de Juara está devedora em mais de 90 dias, pois 90 dias se dará em março, já que estão retidas as medições de dezembro e janeiro, para checagem, após a finalização da medição, com pesagem, de fevereiro, sendo que fevereiro ainda não se encerrou;

2-    Sobre a celebração contratual, a Prefeitura de Juara notificou a empresa COSMOTROM desde o dezembro passado para a celebração do contrato de prestação de serviços e a mesma não compareceu para tal.

3-    Que a Prefeitura de Juara iniciou a pesagem da coleta do lixo no dia 01 de fevereiro e que a média da pesagem vem dando em torno de 17 toneladas por dia e que tal pesagem está abaixo do índice constantes da ata celebrada. Desta forma, a empresa sabendo que a Prefeitura irá promover os devidos descontos para corrigir as medições feitas pelo índice constante na ata, desde agosto de 2017, fato já notificado pela Prefeitura em dezembro, de que faria os devidos descontos, caso encontrasse discrepâncias entre as medições efetivamente pesadas e a prevista na ata da licitação, imagina-se então que a empresa tenta criar um factoide para evitar tais descontos.

4-    A Prefeitura de Juara no dever de preservar o erário público, vem tomando e tomará todas as medidas cabíveis, na forma da lei, onde efetuará pagamento devidos, mas com os devidos descontos e de acordo com a pesagem aferida em balança, do lixo que de fato a empresa coletou, tomando o mês fevereiro como referência do volume realmente coletado em Juara.

5-    Todos os fatos aqui relatados serão devidamente acompanhados dos documentos enviados a empresa e que serão entregues a Câmara de Vereadores de Juara, à Justiça, TCE-MT e a população.

A população de Juara pode ficar tranquila que todas as medidas para manter a coleta serão tomadas.


Judô
Jumasa
RC Sistemas
Faculdade Anhanguera
Exatas Contabilidade
Sicredi
Auto Posto Arinos LTDA

0 | COMENTÁRIO
Nenhum comentário foi feito até o presente momento.




MAIS NOTÍCIAS

Inviolável


Interessado em receber notícias em seu e-mail?
Nós o notificaremos e prometeremos nunca enviar spam.

CADASTRE-SE



2002 - 2018 © showdenoticias.com.br