NOTÍCIA | LUTO EM JUARA

Maria do São José, morta por COVID-19, tem o maior cortejo fúnebre da história da pandemia em Juara.

O dia foi triste para Juara, que sepultou duas de suas Marias, em menos de 24 horas.

Por: Show de Notícias - Aparicio Cardozo
Publicado em 07 de Junho de 2021 , 07h43 - Atualizado 07 de Junho de 2021 as 08h33


Reprodução - Redes Sociais

A empresária Maria Aparecida Alves dos Santos, popularmente conhecida como Maria do São José, morreu na manhã desse domingo, dia 06 de junho, na capital do estado Mato Grosso, Cuiabá, onde estava internada em uma UTI, para tratamento do COVID-19.

O filho Mais velho de Maria e Elias Dias, acompanhou a mãe durante o período que esteve internada em Cuiabá e foi quem teve a responsabilidade de dar a notícia para a família e comunicar aos amigos nas redes sociais.

O corpo de Maria Aparecida foi trazido em um avião fretado para Juara e sepultado na tarde do mesmo dia da sua morte.

No aeroporto, centenas de amigos compareceram para receber o corpo de Maria e dar forças para os familiares. Na chegada do corpo, um momento de muita emoção, quando Elias e uma das filhas, que estavam em Juara, se reencontraram o filho mais velho que veio junto com o corpo da mãe. Os três se abraçaram e ficaram chorando em silêncio por intermináveis 30 segundos.

Do aeroporto o cortejo fúnebre seguiu rumo acidade e nas proximidades da ACRIVALE, recebeu o reforço de centenas de carros e motos, que seguiram até o cemitério municipal Parque da Saudade, para o último adeus para a empresária.

Na entrada do cemitério, o caixão seguiu no carro funerário e centenas de amigos foram a pé até o tumulo onde o corpo foi sepultado.

O padre Vagno Reato fez as despedidas religiosas à Maria Aparecida e depois o corpo foi colocado em sua última morada.

Detentora de um sorriso farto e uma simpatia abundante, Maria cativava pela sua simplicidade e cordialidade com os clientes e amigos, tratando a todos em igualdade de condições, sem ostentação, nem soberba.

Isso fez de Maria, uma das empresárias mais queridas e simpáticas de Juara. O casal Maria e Elias sempre teve participação ativa, porém, discreta em ações sociais nos municípios de Juara, Novo Horizonte do Norte e Porto dos Gaúchos.

Nas redes sociais, amigos deixaram suas mensagens de despedida para a grande amiga.

História:

Em 1988 a seringueira Maria Aparecida Alves dos Santos, casou-se com o paranaense de Umuarama, Elias Dias Pereira, com quem teve três filhos, Elezeel Dias Pereira, Erica Tatiane e Eliamara dos Santos Pereira.

Elias tinha sido funcionário de uma mercearia Em Novo Horizonte do Norte, depois na Gleba São João e como conhecia muito do ramo, resolveu se estabelecer uma pequena mercearia em Juara, na praça dos Colonizadores.

Pouco depois o casal mudou o estabelecimento comercial para Novo Horizonte do Norte e mais tarde para Porto dos Gaúchos, onde seu comércio passou a chamar-se Supermercado São José.

Depois voltaram para Juara, onde implantaram a matriz de seu negócio, sempre comandado com mãos de ferro pela empresaria Maria do São José. O supermercado cresceu e hoje é um dos maiores da região.

O casal fez fortuna e muitos amigos, se tornando em uns dos empresários mais fortes do ramo de supermercado na região, sempre comandado por Maria, uma vez que Elias cuidava mais das fazendas, que adquiriram no município de Tabaporã.

O dia foi triste para Juara, que sepultou duas de suas Marias, em menos de 24 horas.


Jud
Soluti - Exatas Contabilidade
Auto Posto Arinos LTDA
Exatas Contabilidade
RC Sistemas
Covid-19
Sicredi
Jumasa




MAIS NOTÍCIAS


Inviolável



Interessado em receber notícias em seu e-mail?
Nós o notificaremos e prometeremos nunca enviar spam.


2002 - 2021 © showdenoticias.com.br