NOTÍCIA | FERROGRÃO

"Ferrogrão terá papel estruturante no escoamento de grãos de Mato Grosso", avalia secretário de Desenvolvimento Econômico

Ferrovia reduzirá custo de fretamento, número de acidentes e impacto ambiental

Por: Viviane Moura | Sedec-MT
Publicado em 18 de Agosto de 2021 , 07h33 - Atualizado 18 de Agosto de 2021 as 07h54


SEDEC-MT

Aumento das exportações de grãos, redução do custo logístico em até 30%, melhoria no escoamento da produção, competitividade para os produtos mato-grossenses dentro e fora do país, estes são apenas alguns dos benefícios que a implantação da Ferrogrão vai trazer para Mato Grosso ao ser construída a linha férrea que irá ligar Sinop (MT) ao porto de Miritituba (PA), de acordo com o secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico de Mato Grosso, César Miranda.

O projeto ferroviário de 933 quilômetros vai transportar grande parte da safra de grãos de Mato Grosso e da região Centro-Oeste após a concessão. De acordo com informações da Agência Nacional de Transporte Terrestre (ANTT), o investimento previsto na implantação da ferrovia é de R$ 8,42 bilhões, podendo ser financiado pela emissão de títulos verdes ou green bonds. Ao longo do período de operação, são estimados outros R$ 13,1 bilhões em investimentos, totalizando R$ 21,5 bilhões de investimentos na concessão.

Miranda alega ainda que a Ferrogrão terá um papel estruturante para o escoamento de produção de grãos já que será um dos facilitadores do acesso aos portos da região Norte do Brasil para levar soja, milho, fertilizantes e combustíveis até a Europa, Rússia e China. Outra função relevante é trazer para Mato Grosso produtos, o que também irá baratear os custos.

“A lista de vantagens da ferrovia só cresce a meu ver, pois com linhas férreas temos menor impacto ambiental devido à redução de poluentes, menos acidentes, menor custo de fretamento, maior capacidade de carga, já que os vagões carregam grandes volumes de cargas. É inegável a eficiência desse tipo de transporte para nosso desenvolvimento econômico e social”, defende Miranda.

Além do apoio do Governo de Mato Grosso, a Ferrogrão tem ainda apoio do setor produtivo mato-grossense, que conta com entidades de classe como a Federação de Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso (Famato), Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat), Associação Mato-grossense dos Produtores de Algodão (Ampa), Associação dos Criadores de Suínos de Mato Grosso (Acrismat) e Associação dos Produtores de Sementes de Mato Grosso (Aprosmat).

Benefícios

Conforme a ANTT, a ferrovia irá gerar quase 373 mil empregos no total, sendo 30 mil diretos. A estimativa é de que sejam transportadas mais de 20 milhões de toneladas de cargas no início da operação, prevista para 2030, e de cerca 50 milhões de toneladas ao final do período de 69 anos de concessão.

Sicredi
Soluti - Exatas Contabilidade
Covid-19
Jud
Auto Posto Arinos LTDA
Jumasa
Exatas Contabilidade
RC Sistemas




MAIS NOTÍCIAS


Inviolável



Interessado em receber notícias em seu e-mail?
Nós o notificaremos e prometeremos nunca enviar spam.


2002 - 2021 © showdenoticias.com.br