Mantidas recomendações e multas para ex-gestor do Consórcio Vale do Arinos, Baixinho Piovezan

O não acolhimento foi por ausência de documentos que comprovem o saneamento das irregularidades apontadas no Acórdão 1.174/2014

Por: Assesorica de imprensa do TCE-MT
Publicado em 10 de Outubro de 2018, 18h02 - Atualizado 10 de Outubro de 2018 ás 18h05


Arquivo Show de Notícias - prefeito Baixinho Piovezan

Por ausência de documentos que comprovem o saneamento das irregularidades apontadas no Acórdão 1.174/2014, o Pleno do Tribunal de Contas de Mato Grosso, na sessão ordinária de terça-feira (09/10), não acolheu recurso interposto pelo ex-presidente do Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento Socioeconômico e Ambiental Vale do Arinos (Cidseva), Moacir Pinheiro Piovesan. O ex-gestor recorreu do Acórdão nº 121/2018, que julgou improcedente pedido de rescisão do acórdão anterior o qual na análise das contas do consórcio, referentes a 2013, apontou as irregularidades, aplicou multas e fez recomendações.

Na sessão plenária, a relatora do recurso (Processo nº 152188/2016), conselheira interina Jaqueline Jacobsen, observou que no julgamento das contas de 2013 foram demonstradas 10 irregularidades, sendo três gravíssimas e sete graves. Além da ausência de documentos que comprovem que os problemas foram sanados, a conselheira destacou que o recorrente não se aproveitou do duplo grau de jurisdição quando do julgamento das contas anuais de gestão, "não interpondo qualquer recurso que visasse rediscutir o mérito no momento oportuno, o que impossibilita a rediscussão do mérito das irregularidades", acrescentou.

O voto da conselheira relatora, em consonância com parecer do procurador de Contas William de Almeida Brito Júnior, foi aprovado pela unanimidade dos membros do Tribunal Pleno.

RC Sistemas
Judô
Exatas Contabilidade
Sicredi
Faculdade Anhanguera
Auto Posto Arinos LTDA
Jumasa

0 | COMENTÁRIO
Nenhum comentário foi feito até o presente momento.




MAIS NOTÍCIAS

Inviolável


Interessado em receber notícias em seu e-mail?
Nós o notificaremos e prometeremos nunca enviar spam.

CADASTRE-SE



2002 - 2018 © showdenoticias.com.br