NOTÍCIA | SEM TROCO

Na guerra do troco em moedas nos comércios de Juara, o consumidor sempre sai perdendo.

Fica o alerta ao Procon e Ministério Público, que podem fiscalizar e punir os comércios que agem de forma errada

Por: Redação Show de Notícias
Publicado em 03 de Dezembro de 2020 , 16h32 - Atualizado 03 de Dezembro de 2020 as 16h40


Reprodução

O costume do brasileiro de poupar guardando moedas no cofrinho, vem causando a falta de troco nos comércios de Juara e na guerra da escassez os estabelecimentos comerciais também procuram economizar, dando ao cliente o troco em balas ou nem voltando quando se trata de pequenas quantidades em centavos e o prejuízo maior é do consumidor.

É comum em grande parte dos comércios de Juara, o pequeno troco ser suprimido na hora de voltar o que sobrou ao cliente ou oferecer balas em substituição ao dinheiro devido.

No caso das balas chega a ser desumano, pois o cliente, mesmo tendo direito ao seu troco, é obrigado a levar a bala mais ruim, pelo maior valor, se tornando a mais cara do mundo e que não será aproveitada, pois muitas pessoas nem podem comer doce, como o caso dos diabéticos, mas, para os comércios inescrupulosos, isso não significa nada, o importante é a sobra no caixa no final do dia.

Como o consumidor é em maior número, no final do dia os comércios, em especial os supermercados que usam essa prática ilegal, acabam tendo um lucro maior, pois anunciam um valor e cobram outro. É a história de que, “de grão em grão, a galinha enche o papo” e no caso do consumidor, de pouquinho em pouquinho, no final do mês o prejuízo acaba sendo grande.

O Supermercado Bela Vista, o maior da cidade3, anuncia em seus autofalantes, que, se o cliente pagar em moeda, terá um desconto de 05% ou se levar moedas para vender ao estabelecimento, recebe 5% a mais em seu dinheiro, como forma de conseguir o troco aos seus clientes.

O mesmo Bela Vista, aderiu em seus programas de automação, o aplicativo “Troco Simples”.

Como funciona:

Com o sistema da sua loja integrado à Sled Troco, ao promover a devolução de cédulas ou moedas, o comércio devolve o troco direto no CPF do consumidor. A reserva de saldo da loja é feita de modo pré-pago e no momento em que o operador de caixa fecha a venda, o sistema oferece uma opção Troco Digital.

Não é preciso baixar nenhum aplicativo na hora de receber o troco. Eliminando qualquer barreira para deixar tudo simples e sem atrito. O cliente pode usar como e quando quiser, em qualquer comércio que tenha o programa ou transferir para sua conta bancária.

Por outro lado, existem aqueles comércios que nem se preocupam em perguntar se o cliente tem trocado, se aceita balas ou dizer que não tem trocado para voltar, simplesmente devolvem o que restou faltando alguma coisa.

A reportagem do Show de Notícias visitou uma farmácia, dessas que fazem propaganda de que o produto é barato e anunciam sempre faltando alguns centavos para arredondar o valor do produto, tipo “produto tal, por R$ 29,90, mas na hora de cobrar, simplesmente arredondam para R$ 30 reais e se surpreendem se o cliente pede os 10 centavos que faltaram, procurando a moeda com cara de poucos amigos, como se aquilo não fosse um direito do consumidor.

Talvez devesse colocar na propaganda que não tem o troco e se o cliente quiser pagar aquele valor, que leve trocado.

Mas nem tudo é errado, há o caso da Farmácia Nei Drogas (essa podemos citar o nome, uma vez que trabalha de forma diferente, respeitando o consumidor), também visitada pelo Show de Notícias, em que um cidadão aparentando simples e de poucas posses, comprou mais de 60 reais em medicamentos, na hora de pagar recebeu um desconto e o produto veio para R$ 57 reais, o proprietário já arredondou o valor para R$ 55,00 e o cliente perguntou se R$ 50 não pagaria? O atendente aceitou e o cidadão acabou pagando bem menos pelos produtos, sem dor de cabeça com troco.

O Show de Notícias alerta para que o consumidor procure levar moedas na hora das compras, pois assim evitará perdas na hora de receber o troco e, caso não tenha moedas, não aceite balas em troca ou que seu dinheiro venha faltando alguns centavos.

Também alertamos o Procon e o Ministério Público, para que fiscalizem e multem os comércios que praticam esse tipo de irregularidade, pois quem sabe, com uma multa pesada, eles parem de lesar os consumidores e deem jeito em troco nos seus caixas.

Soluti - Exatas Contabilidade
Covid-19
Exatas Contabilidade
RC Sistemas
Jud
Jumasa
Sicredi
Auto Posto Arinos LTDA




MAIS NOTÍCIAS


Inviolável



Interessado em receber notícias em seu e-mail?
Nós o notificaremos e prometeremos nunca enviar spam.


2002 - 2021 © showdenoticias.com.br