NOTÍCIA | MENSALINHO

Riva apresenta 38 nomes que receberam R$ 175 milhões de mensalinho em 20 anos; veja lista

Para comprovar os crimes, o ex-parlamentar se comprometeu a apresentar transferências bancárias, depósitos bancários, notas promissórias e testemunhas.

Por: Olhar Jurídico - Arthur Santos da Silva
Publicado em 08 de Outubro de 2019 , 07h48 - Atualizado 08 de Outubro de 2019 as 07h50


Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto
Documento recebido pelo Olhar Jurídico representando suposta proposta de colaboração premiada entregue pelo ex-deputado estadual José Riva ao Ministério Público (MPE) apresenta lista com 38 nomes de ex-deputados e deputados que supostamente receberam mensalinho na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT). Os fatos tiveram início em 1995 e alcançaram montante aproximado de R$ 175 milhões.
 
Para comprovar os crimes, o ex-parlamentar se comprometeu a apresentar transferências bancárias, depósitos bancários, notas promissórias e testemunhas.
 
Os pagamentos eram realizados sob o argumento de “manter-se à governabilidade”, sendo excluídos do esquema apenas os deputados de oposição, o presidente da Casa de Leis e o primeiro-secretário.
 
Entre os anos de 1995 e 1998 o valor pago era de R$ 15 mil. Entre 1998 e 2002 o montante girou em torno de R$ 20 a R$ 25 mil.
 
“Com a eleição do Governador Blairo Maggi, em 2002, o próprio Governador sugeriu que poderia manter o esquema de outra forma, e se dispôs a repassar o montante da propina para a AL/MT, com um adicional, isto é, acrescentaria um vultoso valor no orçamento do Parlamento, ainda que a título de suplementação”, diz trecho do documento obtido por Olhar Jurídico.
 
Durante gestão Blairo Maggi, os valores giraram entre R$ 30 e 35 mil. Já na gestão Silval Barbosa, o mensalinho alcançou R$ 50 mil.
 
“Essa prática se perpetrou e adentrou ao Governo Silval Barbosa, sem nunca falhar, pois, ainda que não houvesse recursos e financeiros e orçamentário, a prática era a de recorrer a empréstimos, através de empresas de factorings ou até mesmo de agiotas”.
 
Entre pessoas que podem colaborar como testemunhas, Riva indicou Luiz Marcio Bastos Pommot, Irene de Oliveira,  Rosivani Monaco de Jesus, Cristiano Guerino Volpato, Juracy de Brito, Maksues Leite, Guilherme da Costa Garcia,Cleber Antônio Cine, Otaviano Pivetta, William Cesar Nepomuceno e Junior Mendonça.
 
A reportagem entrou em contato com Jose Riva. O ex-deputado afirmou que estava em reunião e preferiu não comentar sobre o documento atribuído a ele.
 
Confira a lista dos supostos beneficiados:
 
GUILHERME ANTÔNIO MALUF
 
JOSÉ DOMINGOS FRAGA FILHO
 
WALLACE GUIMARÃES
 
PERCIVAL MUNIZ
 
ADALTO DE FREITAS
 
ADEMIR BRUNETTO
 
JOÃO ANTÔNIO CUIABANO MALHEIROS
 
MAURO LUIZ SAVI
 
NILSON SANTOS
 
SERGIO RICARDO DE ALMEIDA
 
GILMAR DONIZETE FABRIS
 
LUCIANE BEZERRA
 
ROMOALDO JUNIOR
 
MAKSUÊS LEITE
 
WALTER MACHADO RABELLO JUNIOR
 
JOSE GERALDO RIVA
 
LUIZ MARINHO DE SOUZA BOTELHO
 
ALEXANDRE LUIZ CESAR
 
ZECA VIANA
 
DILMAR DAL’BOSCO
 
EZEQUIEL ÂNGELO FONSECA
 
BAIANO FILHO
 
TETE BEZERRA
 
ONDANIR BORTOLINI (NININHO)
 
EMANUEL PINHEIRO
 
LUIZINHO MAGALHÃES
 
NELDO WEIRICH
 
CARLOS AVALONE
 
CARLOS ANTÔNIO AZAMBUJA
 
FRANCISCO BELO GALINDO
 
AIRTON RONDINA
 
WAGNER RAMOS
 
SEBASTIÃO REZENDE
 
HERMÍNIO J. BARRETO
 
HUMBERTO BOSAIPO
 
PEDRO INÁCIO WIEGERT (PEDRO SATÉLITE)
 
DILCEU DAL'BOSCO
 
SILVAL BARBOSA (ENQUANTO DEPUTADO)
Exatas Contabilidade
Auto Posto Arinos LTDA
Sicredi
Judô
Jumasa
Faculdade Anhanguera
RC Sistemas




MAIS NOTÍCIAS


Inviolável



Interessado em receber notícias em seu e-mail?
Nós o notificaremos e prometeremos nunca enviar spam.


2002 - 2019 © showdenoticias.com.br