NOTÍCIA | GREVE NA EDUCAÇÃO

Educadores em greve ocupam pátio da Seduc-MT

A mobilização desta terça-feira não será a única ou a última na agenda de protestos, segundo o presidente da subsede Cuiabá.

Por: Assessoria de imprensa do SINTEP-MT
Publicado em 05 de Junho de 2019 , 06h40 - Atualizado 05 de Junho de 2019 ás 06h43


Assessoria/Sintep-MT

Os profissionais da educação da rede estadual voltaram para as ruas nesta terça-feira (04.06) em Ato convocado pela subsede do Sindicato dos Trabalhadores do Ensino Público de Mato Grosso (Sintep/MT), de Cuiabá. Carregando cartazes de estamos em Greve, os manifestante da Baixada Cuiabana marcaram presença no manifesto no Palácio Paiaguás e que acabou no pátio da Secretaria de Estado de Educação de Mato Grosso (Seduc-MT), com caminhada pelo Centro Político Administrativo.

Os profissionais lotaram a entrada principal da Secretaria de aos gritos de “Marioneide, preste atenção se houver corte não haverá reposição”, deram o recado para a secretária de educação, de que o prejuízo não será apenas financeiro e atingirá a todos, inclusive o próprio governo por não cumprir o direito dos estudantes aos 200 dias letivos e 800 horas/aula.

O presidente do Sintep/MT, Valdeir Pereira, participou do ato e destacou que os trabalhadores e trabalhadoras da educação voltaram para ocupar novamente o espaço e cobrar a apresentação da resposta à pauta de reivindicações. Conforme alertou Valdeir, “não adiantará apresentar qualquer documento, pois o que suspende greve é proposta”.  

O presidente contestou ainda o argumento de que o governo é novo é que seria necessário um tempo para “arrumar a casa”, “Isso é uma mentira, porque a secretária de educação, Marioneide Kliemaschewsk está há mais de um ano no comando da Seduc-MT”, lembrou.

Os cerca de 90 a 95% de educadores em greve, na capital, conforme o presidente da subsede de Cuiabá, João Custódio, é resultado da frustração dos profissionais, que votaram confiando nas promessas do então candidato Mauro Mendes, e que agora se sentem traídos. “O governador Mauro mentiu para os servidores e deu o calote naquilo que prometeu”, disse.  

A mobilização desta terça-feira não será a única ou a última na agenda de protestos, segundo o presidente da subsede Cuiabá. Inclusive, convocou a todos os manifestantes para uma agenda contínua. “Na Seduc ou no Palácio, daqui para frente estes serão nossos espaços de manifestação”. Nesta quarta-feira (05.06) haverá Assembleia com os profissionais da rede estadual de Cuiabá. O objetivo é definir os encaminhamentos que serão apresentados no Conselho de Representantes do Sintep/MT, sábado e domingo. Com deliberações na Assembleia Geral dia 10.06.

Também, as demais subsedes do sindicato terão agenda em todo os municípios do estado, nesta quarta-feira (05.06). Com destaque para a subsede de Barra do Garça, que fará uma grande mobilização regional, contra o desmonte da Educação e Reforma da Previdência. 

Auto Posto Arinos LTDA
RC Sistemas
Judô
Exatas Contabilidade
Sicredi
Jumasa
Faculdade Anhanguera

0 | COMENTÁRIO
Nenhum comentário foi feito até o presente momento.




MAIS NOTÍCIAS

Inviolável


Interessado em receber notícias em seu e-mail?
Nós o notificaremos e prometeremos nunca enviar spam.


2002 - 2019 © showdenoticias.com.br