NOTÍCIA | PRTISÃO

Traficante de anabolizante e comércio de medicamentos controlados é preso na capital

Ele será apresentado em audiência de custódia.

Por: Assessoria de Comunicação Social/PJC
Publicado em 11 de Fevereiro de 2019 , 16h42 - Atualizado 11 de Fevereiro de 2019 ás 16h45


Assessoria de Comunicação Social/PJC
Um homem suspeito de traficar anabolizantes e comercializar medicamentos controlados foi preso na manhã desta segunda-feira (11.02), em ação conjunta desencadeada pela Delegacia Especializada do Consumidor (Decon), Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE), e Vigilância Sanitária de Cuiabá (Visa).
 
A prisão do suspeito, Jonnhy Herbert Brandao Santana, 32 anos, ocorreu no bairro Altos da Serra I, em Cuiabá, após denúncia de suposto comércio de medicamentos controlados, anabolizantes, além do uso de carimbo médicos para autenticar receituários.  
Durante a averiguação, os investigadores da Decon constaram a procedência das informações recebidas e foi montada a ação realizada nesta segunda-feira. No local, foram encontraram medicamentos e produtos de interesse da saúde (medicamentos da lista C5), receitas, carimbos médicos.
 
A Vigilância Sanitária lavrou termo de apreensão referente aos produtos encontrados na residência. O suspeito foi conduzido à Delegacia de Entorpecentes (DRE) e deverá ser autuado em crimes contra a incolumidade pública dentro do Artigo  273 § 1º E 1º "B" do CPB - Falsificar, corromper, adulterar ou alterar produto destinado a fins terapêuticos ou medicinais -, e tráfico de ilícito de drogas.
 
Os medicamentos e anabolizantes estão elencados na portaria 344/98 da Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa), sendo considerado como entorpecentes. 
 
Ele será apresentado em audiência de custódia.
Judô
Sicredi
Faculdade Anhanguera
Exatas Contabilidade
Auto Posto Arinos LTDA
RC Sistemas
Jumasa

0 | COMENTÁRIO
Nenhum comentário foi feito até o presente momento.




MAIS NOTÍCIAS

Inviolável


Interessado em receber notícias em seu e-mail?
Nós o notificaremos e prometeremos nunca enviar spam.


2002 - 2019 © showdenoticias.com.br