NOTÍCIA | PMMT

Coronel assume comando de unidades especializadas da PM

Novo comandante, Carlos Eduardo Pinheiro da Silva, destacou como prioridade desenvolver ações que intensifiquem o combatendo ao tráfico de drogas e ao crime organizado em Mato Grosso.

Por: Alecy Alves | PMMT
Publicado em 22 de Janeiro de 2019 , 10h33 - Atualizado 22 de Janeiro de 2019 ás 10h37


Mayke Toscano | Gcom MT

O coronel Carlos Eduardo Pinheiro da Silva é o novo comandante do Cesp (Comando Especializado da Polícia Militar). Ele assumiu a função no final da tarde de segunda-feira (21.01) e agora tem sob sua gestão administrativa e operacional as tropas de elite da PMMT: Bope, Rotam, Ambiental, Trânsito e o Regimento Montado (Cavalaria).

Além de assessor Militar da Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz), função que deixou esta semana para assumir o Cesp, Pinheiro ocupou, entre outras, as de comandante-adjunto do 2ºCR (Comando Regional) de Várzea Grande, comandante do 6ºCR (sediado em Cáceres), corregedor-geral e diretor-geral de Ensino e Instrução.

Para o comandante, a nova função foi um desafio que aceitou com tranquilidade, especialmente por saber que a tropa que agora está comandando é altamente capacitada e trabalha com empenho e dedicação. Sobre as prioridades, Pinheiro disse que uma delas é desenvolver ações que respondam a criminalidade à altura, combatendo ao tráfico de drogas, ao crime organizado, e prendendo foragidos da justiça, entre outras.

Ao deixar o comando do Cesp, o coronel Edvan Manoel de Azevedo agradeceu a oportunidade de liderar as unidades especializadas e a confiança depositada em seu trabalho. Ele fez um balanço das ações dos seis meses de seu comando: quase 1 tonelada de droga e 125 armas apreendidas, além de 121 prisões em flagrante delito e 50 prisões por mandados em aberto.

Tropas da PM são altamente qualificadas e estão comprometidas com o combate à criminalidade

No pátio do Bope, à frente de parte da tropa das unidades especializadas o comandante-geral da PMMT, coronel Jonildo José de Assis, enalteceu a atuação policial dizendo que ser voluntário para servir em unidade especializada, sem nenhuma vantagem e coberto de maiores responsabilidades, é uma grande prova de comprometimento. “É fazer do trabalho policial militar muito mais que um emprego ou carreira”, completa.

 Comandante-geral da PMMT, coronel Jonildo José de Assis (ao centro), enaltece o trabalho policial e agradece o empenho da nova equipe.

Auto Posto Arinos LTDA
Jumasa
Judô
Exatas Contabilidade
Sicredi
Faculdade Anhanguera
RC Sistemas

0 | COMENTÁRIO
Nenhum comentário foi feito até o presente momento.




MAIS NOTÍCIAS

Inviolável


Interessado em receber notícias em seu e-mail?
Nós o notificaremos e prometeremos nunca enviar spam.


2002 - 2019 © showdenoticias.com.br